Necessidades especiais: bebês prematuros ou com deficiência

· 9 de maio de 2017

Quando uma mulher passa pela maternidade não apenas aprende quem é seu bebê, mas também no que ela se converteu através da sua nova identidade. Assim, se tudo correr bem é capaz da mãe não se sentir muito estranha nesse novo mundo. No entanto, o que acontece quando nossos filhos são bebês prematuros ou com algum tipo de deficiência? Nesse caso os obstáculos que devem ser enfrentados podem chegar a ser impactantes.

Ou seja, por si só esse processo não é simples para nenhuma mulher, a incompreensão e o desconhecimento geram ainda mais confusão e desorientação.

Mães de bebês prematuros

 

A importância da imaginação para a nova mãe

Quando nos tornamos mães passamos horas e horas entre fantasias de como será o nosso filhos, quais mudanças acontecerão em nossa vida, como será a nossa família, etc… Dessa maneira a mente da futura mamãe vai configurando passo a passo cada etapa, iludindo-se, aproveitando e inclusive temendo novos cenários.

No entanto, nem sequer quando existem dados objetivos do problema físico do bebê durante a gravidez a mãe pode ter ideia do que isso significará para ela e para o seu mundo. Isso requer uma grande quantidade de trabalho psicológico.

A mãe deve assimilar que não apenas perdeu essa imagem ideal do seu filho, mas que também não poderá prever como o seu futuro será. Dessa forma, o tempo detém virtualmente o mundo psicológico da mãe enquanto a realidade gira vertiginosamente.

A mãe começa a se indagar se tudo aquilo que tinha imaginado poderá ser cumprido, qual futuro esperar e qual tipos de desejos ambicionar. Podemos dizer que ela fica órfã de uma grande quantidade do seu processo imaginativo sem saber como reagir e, em parte, conformando-se com a incerteza.

como cuidar de bebês prematuros

Aprendendo mais sobre bebês prematuros e outras deficiências

Visto que cada criança tem sua própria história, o descobrimento da natureza e as consequências da doença ou do problema é muito útil. Geralmente o processo de descobrimento começa com a informação médica.

Isso nem sempre está claro e, ainda que não esteja, a ambiguidade e a confusão do momento enchem a mãe de solidão e de incontáveis perguntas sem respostas.

Essa parte é que leva a uma angústia insuportável nos pais, por isso o normal é que nesses momentos uma onda de sentimentos de ansiedade, tristeza e culpa inundem todos os seus sentidos.

O momentos de incerteza e angústia estarão presentes na vida de uma família que pouco a pouco se adaptará a uma nova condição que não esperavam e que ninguém e nada pode explicar.

Dessa forma, tanto em relação às crianças prematuras como com necessidades especiais por deficiência física ou intelectual, os pais irão caminhado ao lado dos filhos sempre observando e tentando garantir um progresso que os mantenha a salvo.

Bebês prematuros necessitam de cuidados

Bebês prematuros ou tem alguma deficiência: como as mães reagem

Geralmente a mãe de um bebê que nasce com algum tipo de problema físico se pergunta como deve ultrapassar os obstáculos, se é ou não competente como mãe, se pode ou não se identificar com o bebê e de qual maneira reinventará o relacionamento.

Dessa fora, a busca da sua maternidade, o nascimento psicológico dessa mãe estará ferido, pois se sentirá fortemente incapaz de enfrentar a criação do seu filho cega pela dor e pela culpa que sente em relação ao que pode acontecer com o seu filho. Apesar de claramente os pais não serem culpados essa etapa é necessária para superar o duelo e administrar o momento presente.

Diante desses casos recomenda-se buscar ajuda em grupos de apoio que se encontram ou se encontraram na mesma situação, porque o conselho psicológico no começo pode ajudar a superar a crise e a definir cada vez mais a situação que nos ajuda na criação de nossos filhos!

Fonte bibliográfica consultada: O nascimento de uma mãe de Daniel Stern e colaboradores