Os 9 melhores alimentos para uma mulher grávida

· 13 de fevereiro de 2017

A mulher grávida quando se alimenta tem uma responsabilidade dupla, ela não só deve se alimentar bem pelo seu próprio organismo,  mas há um pequeno corpo se desenvolvendo em seu interior a partir dos nutrientes que fornece com sua alimentação.

A seguir mostraremos alimentos que os especialistas recomendam a partir do estudo das necessidades nutricionais de uma mulher grávida e do bebê que está prestes a nascer; inclua como você puder em sua dieta.

Os alimentos ideais para a mulher grávida

1. Os ovos:

O ovo contém cerca de 12 vitaminas e minerais e é uma das melhores fontes de proteína, um macronutriente essencial para o desenvolvimento muscular de seu bebê. Todas as células do corpo são formadas por proteínas.

A colina é outra das substâncias do ovo que contribui para o desenvolvimento cerebral da criança, para o crescimento adequado e a prevenção de anomalias no sistema nervoso.

Uma mulher com níveis normais de colesterol pode consumir um ou dois ovos por dia em diferentes preparações.

2. Salmão:

É outro alimento rico em proteínas, ácido graxo essencial ômega-3  e tem baixo teor de mercúrio, um composto que pode ser prejudicial para as crianças e se encontra em quantidades abundantes em outros peixes.

3. Grãos e leguminosas:

Grão de bico, lentilhas, feijões e ervilhas, são ideais para a dieta durante os meses de gestação, pois eles contêm ferro, cálcio e zinco.

Os grãos são alimentos ricos em fibras, nutriente que ajuda a regular a digestão e evitar condições como a constipação e as hemorroidas.

alimentos ideais para a mulher gravida

4. Produtos integrais:

O arroz integral, a pipoca, a aveia, os cereais e a quinoa também são convenientes para as mulheres grávidas graças à sua contribuição de fibras, vitamina E, selênio e fito nutrientes, pequenas partículas que protegem as paredes celulares.

5. Nozes:

Se você prefere consumir proteína de origem vegetal, as nozes e as frutas secas estão entre as melhores opções. As nozes também são ricas em ácidos graxos ômega 3 e podem ser incluídas em qualquer receita, de sanduíches a saladas.

6. Iogurte grego:

Tem o dobro de proteínas quando comparado com o iogurte convencional e também é rico em cálcio, um dos minerais mais importantes para o desenvolvimento físico do bebê.

Você deve tomar a quantidade suficiente de cálcio para que o seu bebê também receba uma dose suficiente.

7. Vegetais verdes de folhas escuras:

Espinafre, couve, brócolis e todos os seus familiares, são ricos em vitaminas A, C, K e ácido fólico. Esses tipos de vegetais também melhoraram a saúde da visão e os processos do sistema digestivo tanto na mãe quanto na criança.

8. Carnes magras:

As carnes são carregadas com proteínas de qualidade. Coma carne de porco, frango ou cordeiro, mas sempre remova a pele, os ossos e a gordura.

As carnes frias e os embutidos não são tão recomendáveis por sua alta concentração de sódio, uma substância que, em excesso, pode aumentar a pressão sanguínea.

vitaminas para mulher grávida

9. Frutas e legumes:

Coma estes alimentos com toda a variedade de cores que eles possuem, isso irá assegurar que você e seu filho estão recebendo os nutrientes de que precisam para o cuidado do seu corpo. Cada cor de fruta ou verdura, fornece um tipo diferente de vitaminas ou minerais.

Outros conselhos para a dieta da mulher grávida:

  • Nunca deixe de fazer qualquer refeição. Você deve sempre comer pelo menos cinco refeições saudáveis durante o dia.
  • Escolha lanches saudáveis como frutas, legumes e biscoitos integrais.
  • Se possível, tome um suplemento de ácido fólico todos os dias para evitar malformações no feto.
  • Limite o consumo de cafeína e seus derivados.
  • Procure substituir as bebidas açucaradas ou carbonatadas por água ou sucos de frutas feitos naturalmente.
  • Uma das mais importantes dicas nutricionais é evitar o consumo de qualquer tipo de bebida alcoólica e de outras substâncias tóxicas como a nicotina.
  • Adicione algumas sementes de linho em suas refeições sempre que possível, assim irá controlar os níveis de colesterol durante a gestação e a lactação.
  • Evite alimentos como frutos do mar crus, leite não pasteurizado e seus derivados, e todos os alimentos que não estejam preparados adequadamente para que não haja tantos riscos de que as bactérias entrem em seu corpo.