Principais mitos dos produtos para bebês

29 Julho, 2018
No mercado atual existem inúmeros produtos desenvolvidos para bebês. Também há alguns que, apesar de não terem sido feitos para esse propósito, funcionam muito bem.

Mesmo que alguns artigos sejam desenvolvidos para bebês, nem todas as mães e especialistas concordam que esses produtos sejam totalmente seguros ou indicados para os pequenos.

Como a controvérsia persiste, vamos tratar sobre o tema a partir do ponto de vista da maioria das pessoas. Mas, isso não quer dizer que o resto não tenha razão em suas decisões. Muitas mães decidiram, por exemplo, dar mamadeira aos bebês em vez do peito. Ninguém reprova essa atitude. A mesma coisa acontece com os produtos que as pessoas decidem utilizar no cuidado com os bebês.

Muitos foram os produtos analisados. Mas somente em alguns casos a reprovação foi comprovada. De qualquer forma, todos os produtos, seguros ou não, chegam na vida dos bebês por meio da cultura e da personalidade de cada família. As informações a seguir não são destinadas a amedrontar ninguém. O objetivo é informar e prevenir.

Os produtos mais polêmicos para bebês

Somente alguns casos têm força para gerar polêmica na sociedade. Às vezes, por desconhecimento, damos importância a determinados elementos. Mas, por outro lado, ao final acabamos por desconfiar das mesmas coisas. Na atualidade, existem novos desafios. Há produtos que nos preocupam mais que outros. Mas os clássicos são os seguintes:

  • A chupeta

Apesar de ser um ícone infantil, existem muitos mitos sobre seu uso. Se é correto ou não, isso geralmente depende da decisão da mãe. Dizem que a chupeta pode prejudicar a futura dentição do bebê ou que pode causar gases. Mas o que não se pode questionar é a eficiência desse produto.

Se, como mãe, você obteve claros benefícios com o uso da chupeta, certamente você faz parte do grupo que aprova a utilização. Sem dúvida, haverá controvérsias e com certeza você já ouviu muitos conselhos sobre esse assunto.

  • A mamadeira

Os principais mitos sobre a mamadeira em sua maioria não têm nada a ver com o produto em si, mas com seu conteúdo. Muitas mulheres decidiram evitar o uso da mamadeira. Mas o objeto é só um instrumento utilizado para fornecer alimentos que talvez não sejam os mais indicados às crianças.

Deixar os pequenos dormir com a mamadeira pode causar gases e cáries. Mas isso acontece devido à qualidade dos alimentos que oferecemos. Acredita-se que o bico da mamadeira não é capaz de deformar as gengivas porque seu uso não é prolongado. No entanto, muitas pessoas são contrárias ao uso desse objeto.

  • O andador

produtos para bebês

Muitas de nós com certeza usamos andador quando éramos pequenas e, portanto, nossos bebês também o usaram. Trata-se de um produto cada vez mais sofisticado. Hoje em dia, os andadores vêm equipados com músicas, luzes e cores vibrantes. Mas não deixam de ter seus opositores.

Os mitos sobre o andador se relacionam à sua inutilidade porque não ensina de fato os bebês a andar. Além disso, muitas pessoas afirmam que eles são perigosos e que, de certo modo, alteram a estrutura motora do bebê. Em alguns países seu uso foi proibido e muitos especialistas desaconselham seu uso. Se você tem um em casa e essa situação causa preocupações, a recomendação é consultar seu médico.

  • As papinhas industrializadas

São um alimento fabricado exclusivamente para crianças. As papinhas são um produto antigo em nossa mesa e sempre estiveram relacionadas a uma boa digestão e um aporte nutricional adequado aos bebês. No entanto, os mitos sobre esse produto chegaram a desacreditá-lo devido a suas características artificiais.

Sabemos que as mamães que dão esse alimento aos seus bebês confiam no valor nutricional que apresenta. Mas, por não ser um alimento natural, talvez as papinhas sejam uma dúvida em relação à alimentação adequada. Se você tem dúvidas se a papinha é ou não adequada, procure entender as informações nutricionais que o produto fornece. Consulte um médico nutricionista se ainda tiver dúvidas após ler as informações.

produtos para bebês

  • Brinquedos

Os brinquedos para bebês, em geral, são inofensivos. Mas, sem dúvida, pode haver algum que não seja. Apesar de muitas pessoas não concordarem, os brinquedos são muito importantes para o desenvolvimento das crianças. E isso, desde quando são bebês.

Os mitos relacionados aos brinquedo têm a ver com a higiene, a segurança física e a composição química deles. Nesse sentido, é verdade que os produtos que contêm chumbo não são seguros. Os bichinhos de pelúcia, por sua vez, podem acumular pó e ácaros. Além disso, algumas superfícies dos brinquedos podem ser ásperas para as crianças. Nesse caso, o importante é escolher o brinquedo correto, que seja destinado a bebês e aprovado por especialistas.