Como sua relação conjugal afeta seus filhos?

31 de janeiro de 2017

Uma relação conjugal é formada por duas pessoas com afinidades e diferenças que podem ser muito perceptíveis. Estar numa relação inclui passar por momentos de divergências que na maioria das vezes acabam em discussões.

O maior problema se apresenta quando estes assuntos saem do controle e começam a acontecer na frente de seus filhos. Existem casamentos com um alto nível de conflito, em que as duas partes optam por ficar juntas pelos filhos e que vivem todos os dias em discussões sem sentido.

Nós do Sou Mamãe acreditamos que é importante que você saiba como sua relação de casal afeta seus filhos.

Os conflitos na relação do casal

Los conflictos en la relación de pareja

Você sabe o que uma criança sente quando seus pais discutem? Os gritos e as palavras cheias de rancor que os pais utilizam em suas discussões podem terminar por assustar e prejudicar muito as crianças.

Assim, você não nota, mas seus filhos se preocupam até quando você deixa de conversar com seu companheiro.

A exposição às brigas dos pais afeta negativamente o comportamento das crianças não só durante a discussão, como também depois dela. Você deve ter o cuidado especial de não criticar negativamente seu companheiro.

As crianças se entristecem, ficam doentes, choram, podem apresentar dificuldades para conciliar o sono e problemas em seu rendimento escolar.

Seu filho é sensível aos conflitos desde o nascimento

Psicólogos e assistentes sociais têm a visão que os bebês que vivem em um ambiente conflitivo têm tendência a apresentar alterações em seu ritmo cardíaco e pressão arterial. A razão para isso é que as crianças captam a tensão e a agressividade através da linguagem não-verbal. Não precisam entender as palavras para perceber o que ocorre.

As crianças são muito sensíveis a sentimentos como a raiva e à medida que crescem participam mais nas discussões, alcançando o auge na adolescência. E mais, os conflitos na relação do casal se observam melhor quando os filhos chegam a adolescência, pois eles copiam a forma de ser dos pais e podem começar a responder com condutas agressivas, com angústia e preocupação.

A repercussão dos conflitos do casal dependerá das soluções dadas

Não existe uma relação de casal perfeita. Inclusive nos lares mais felizes sempre se observam este tipo de conflitos. Entretanto, como em tudo, deve haver um limite, para tratar de evitar que uma simples discórdia chegue aos gritos, insultos e inclusive violência.

Estes problemas tem muito pouca incidência quando são verdadeiramente solucionados ao invés de deixar de lado e esperar até a próxima briga. Não há diferença alguma se os filhos estão presentes ou não na hora de solucioná-los. Eles tem percepção suficiente para captar se já está tudo bem ou não.

O que é importante é que seus filhos saibam que suas opiniões vão se chocar em algum momento com as de seu companheiro, mas que isso não significa que o mundo vai acabar. Se alguma vez, durante uma discussão, você ultrapassa seus limites diante de seus filhos, peça a eles desculpa e explique que vai trabalhar para que isso nunca mais aconteça.

E se a relação do casal está constantemente em conflito?

la relación de pareja está en constante conflicto

Se os conflitos têm se tornado constantes talvez vocês devam aceitar que sua relação acabou. Não prolonguem uma batalha inútil e não permitam que seus filhos continuem passando por essa difícil situação.

Os pais com estes problemas costumam mudar sua forma de exercer a paternidade ou a maternidade, tornando-se mais exigentes, intolerantes, negligentes ou super-protetores. A criança mergulhada nessa situação cresce com ansiedade, medo, culpa, raiva e acabará expressando tudo isso da mesma forma que a presenciou durante toda sua infância.

Seja sincera. Você acha mesmo que vale a pena permanecer juntos se todos são infelizes? Em Sou Mamãe acreditamos na família, porém, também consideramos que se deve dar o passo seguinte  quando a família já não funciona.

Preste atenção em seu relacionamento conjugal e seu efeito na família

Se faz evidente a necessidade de que você como pai esteja atento com relação às consequências de seu comportamento na vida de seu filho e quanto antes, recuperar sua relação.

É na família que o ser humano se forma, é onde cria modelos éticos e morais e se prepara para a vida adulta. Acima de qualquer questão na relação de um casal, os pais têm o dever de desenvolver um modelo de vida saudável para seus filhos.