Como saber se seu filho presta atenção quando você fala com ele

· 4 de agosto de 2017

Olhar nos olhos quando conversamos é essencial para estabelecer um bom nível de comunicação. Olhe nos olhos de seu filho quando fala com ele e se certifique de que ele também o faz; estabelecer contato visual é uma boa técnica para saber se ele presta atenção, assim como para chamar a atenção caso não esteja fazendo.

E sempre se lembre que o mais importante para aprender a se comunicar com seu filho, é que essa prática é essencial para alimentar uma relação plena de cooperação e entendimento.

Muitas crianças – e para ser honestos, também muitos adultos – não conseguem se concentrar em uma só atividade por vez; por isso, antes de começar a falar com seu filho tenha certeza de que ele está olhando para você, então o chame pelo seu nome para captar de imediato sua atenção. Assim que esteja segura de que tem a atenção dele, comece a conversar.

Aplicar estas simples, mas infalíveis técnicas, farão você economizar tempo e frustração, porque, por exemplo, antes de dar a ele uma ordem você terá a certeza de que seu filho está prestando a atenção devida, e que entendeu o que você disse; assim não terá de repetir a mesma coisa uma e outra vez. O que não só é irritante para você, como também para a criança, e para quem esteja em casa.

Além do fato de que estabelecer uma boa e efetiva comunicação com você o fará se sentir melhor.

Estabelecer uma comunicação efetiva com seu filho tem suas vantagens

Conseguir que seu filho preste atenção ajuda você a assentar os tijolos de uma relação baseada em uma boa comunicação. E ao fazê-lo e conseguir que esta comunicação seja efetiva, poderá alimentar sua relação com ele agora que é pequeno e sempre… Como dizem, a base de toda relação saudável é a boa comunicação.

estabelecer uma boa comunicação ajuda seu filho a desenvolver confiança em si mesmo e a afirmar suas relações com os demais. Estas características fazem sua vida mais prazerosa e o ajudam a chegar à fase adulta com bons sentimentos sobre si mesmo, além disso, alimenta sua capacidade de se comunicar com os demais.

Justamente essa capacidade de estabelecer e manter uma boa comunicação com seu filho o conduz a manter uma relação próxima e de qualidade, através da qual poderá traçar estratégias de cooperação e expressar seus sentimentos de maneira saudável.

Em troca, uma comunicação pobre conduz seu filho a desenvolver relações frustrantes, que se traduzem em conflitos e que o levam a experimentar sentimentos de inutilidade.

Truques para conseguir que seu filho preste atenção em você

Aprender a ser um bom comunicador é um excelente investimento não só para você como também para seu filho. Com certeza, com o tempo, ele poderá aprender com você este bom hábito e terá a possibilidade de se expressar de maneira eficaz e livre, se você permitir, e se o ensinar como fazê-lo.

Contudo, é necessário que os pais – e os adultos em geral – nos concentremos em nos comunicar melhor com as crianças. Para que consiga você pode aprender com alguns destes conselhos extraídos da cartilha intitulada “Estratégias de sucesso para conversar com crianças pequenas”, que foi publicada pelo Departamento de Serviços Sociais e de Saúde do Estado de Washington (USA).

Escute seu filho atentamente

Se você quer que seu filho preste atenção quando você fala com ele, aprenda a escutá-lo também. Tenha atenção ao que seu filho diz. Para conseguir isso às vezes é necessário que deixe de fazer o que está fazendo e outras vezes você pode olhar para ele enquanto continua com suas tarefas.

Normalmente as crianças desejam, em torno de 30 segundos de sua atenção, para compartilhar seus descobrimentos, pensamentos e entusiasmo. Se você está realmente ocupada, pode falar para ele que agora não pode atender, mas assim que acabe sua tarefa, dedique esse tempo para conversar. Se fizer isso, cumprirá sua promessa e sobretudo não finja que está escutando quando na realidade não esta, pois ele perceberá e também é possível que um dia faça o mesmo com você.

Dê uma mensagem clara

Se você quer que seu filho cumpra alguma ordem, então peça coisas simples e passe uma de cada vez. Se o seu objetivo é que tome banho, jante e se deite, então vá pedindo as coisas uma a uma.

É preciso que você saiba que as crianças pequenas se esforçam para cumprir uma ordem de cada vez. Nessa idade é difícil lembrar de uma serie de pedidos, então para que consiga se comunicar com ele de maneira objetiva faça pedidos simples.

Agache-se para conversar

Quando você for conversar com seu filho pequeno, se agache ou o levante para que possam se olhar nos olhos enquanto conversam. Isso lhe ajudará a captar sua atenção e a estabelecer uma comunicação mais próxima e efetiva. Gritar para baixo não dá muitos resultados, assim como tampouco funciona dar ordens de longe.

Avise-o com antecedência:

Quando mudanças importantes nas atividades que seu filho deve fazer se aproximam, e essas são totalmente opostas às que ele está fazendo atualmente, então o avise com antecedência sobre o que acontecerá.

Por exemplo, se o seu filho está muito entretido e feliz brincando com seus amigos, mas está chegando a hora de ir para casa e dormir, você deve dizer a ele com antecedência. Pode tentar dizer assim: “daqui a um tempinho nós vamos para casa, quando eu lhe chamar se despeça de seus amigos e vamos”.

Dê instruções de acordo com as possibilidades dele

Se você quer que seu filho de 2 anos de idade arrume seu quarto, dizer “filho, arrume seu quarto”, é com certeza uma ordem imprecisa, pois ele se sentirá confuso e não saberá o que fazer.

Nesse caso é muito melhor dizer: “Vamos guardar seus sapatos no armário” e quando ele guardar então você pode pedir que lhe ajude a guardar seus brinquedos na caixa e assim… até que cumpra o objetivo.

Outro conselho infalível para que seu filho preste atenção em você, e  além disso lhe obedeça, é que você peça para ele as coisas com bom humor. Todos temos melhor disposição quando nos pedem as coisas de forma bonita e acompanhadas de um “por favor”.