Sinais para identificar uma família estressada

Em famílias estressadas, parece que tudo está destinado à frustração. Aprenda a identificar algumas das características dessa situação para saber como agir de maneira oportuna.
Sinais para identificar uma família estressada

Última atualização: 06 Setembro, 2021

Uma família estressada provoca consequências muito graves em cada um de seus membros. As frustrações dos adultos influenciam muito os níveis de estresse das crianças.

Se nada for feito a respeito, logo a paz da casa se tornará um ambiente no qual ninguém se sentirá confortável. Viver rodeado de tensões não faz bem a ninguém e por isso é necessário resolver essa situação antes que ela se agrave.

O estresse é o mal do século XXI, mas não devemos nos desesperar por isso. Uma família estressada pode resolver essa situação desde que procure ajuda e assuma uma atitude proativa. Agora, da sua perspectiva de adulto, você acha que a sua convivência familiar se tornou mais complexa por causa do estresse?

Você poderá confirmar suas suspeitas com os sinais que apresentaremos a seguir.

Até mesmo um adulto acha difícil se livrar do estresse. Todos os seres humanos são capazes – em maior ou menor grau, de acordo com suas ferramentas – de minimizar o estresse. Na frente dos nossos filhos, devemos dar o exemplo e ajudá-los a administrar o estresse para que aos poucos sejam capazes de lidar com isso também.

Como saber se você tem uma família estressada? Aprenda a reconhecer os sinais!

Sinais de uma família estressada

  1. As rotinas do sono são alteradas. Uma das principais consequências do estresse é uma mudança drástica nos hábitos de sono. A falta de descanso dos membros de uma família causa ansiedade e irritabilidade. Essas duas últimas condições desencadeiam discussões, ações judiciais e tensão emocional nas pessoas.
  2. Os gritos e conflitos verbais são cada vez mais frequentes. Quanto mais intensa for a situação de uma família estressada, mais gritos e desentendimentos ocorrerão. Suavizar o tom de voz e reduzir o volume são ações eficazes em momentos de perturbação. Nessas circunstâncias, é melhor respirar fundo e oferecer um abraço.
  3. Os membros da família evitam a hora do jantar em família. Quando uma pessoa da família está estressada, ela tende a evitar momentos de encontro. Uma boa ideia para combater esse sinal de alerta é proporcionar um momento agradável durante o jantar. Peça a cada pessoa da família que escreva algo positivo sobre quem está presente à mesa. Coloque cada frase em uma cesta e leia em voz alta antes de começar a refeição.
  4. Existem conflitos no trabalho ou na escola. O estresse afeta a capacidade de concentração e organização do tempo. Se alguém da família começa a apresentar dificuldades para realizar atividades profissionais ou acadêmicas, a situação requer atenção. É pertinente identificar as ações que desencadeiam o estresse e buscar acordos para gerenciá-las de forma saudável.
  5. As rotinas diárias são muito agitadas. Passar a vida fazendo uma atividade atrás da outra deixa a família ansiosa. O estresse e a ansiedade trazem consequências físicas, como tensão muscular ou problemas digestivos.

Lembre-se de que você sempre deve pressionar o botão de pausa na rotina para respirar e poder continuar seu dia.

Sinais de estresse em crianças

As crianças podem ficar mais estressadas que os pais se as situações não forem tratadas de maneira adequada.

  • Mudanças na rotina alimentar: comer muito mais ou menos que o normal.
  • Problemas para adormecer e pesadelos.
  • Dor abdominal e de cabeça.
  • Interações ruins com pais, irmãos e companheiros de brincadeira e estudo.
  • Isolamento em situações que requerem interação.
  • Diminuição do desempenho acadêmico.

 

Sinais de estresse em adolescentes

Os adolescentes não ficam estressados apenas com as circunstâncias familiares. A vida social, suas atividades extracurriculares e as mudanças que vivenciam também os deixam suscetíveis ao estresse.

  • Mudanças nas rotinas de sono, alimentação e atividades diárias.
  • Aumento ou aparecimento de comportamentos de risco (consumo de álcool, nicotina ou outros estimulantes).
  • Sintomas constantes de desconforto físico e emocional.
  • Expressão de sentimentos de preocupação, tristeza, confusão, angústia e raiva.

 

Existem sinais claros para identificar uma família estressada.

Sinais de estresse em adultos

Geralmente, esses sinais variam entre homens e mulheres. O aspecto mais importante para identificar uma família estressada é perceber as mudanças nas atitudes e ações típicas de cada pessoa.

  • Dor de cabeça e dor nas costas, ganho ou perda de peso e problemas de pele.
  • Foco excessivo na situação que está causando o estresse.
  • Perda de memória e atenção.
  • Falta de motivação para as atividades diárias.
  • Problemas no relacionamento do casal.
  • Irritabilidade excessiva, sentimento de culpa e depressão.

Se você notar algum desses sinais em sua família, é hora de reverter os conflitos e transformá-los em oportunidades de convivência. A comunicação adequada e a capacidade de se expressar livremente são essenciais para evitar que a família fique estressada e sobrecarregada com as dificuldades.

Pode interessar a você...
Consequências de uma comunicação familiar deficiente
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Consequências de uma comunicação familiar deficiente

Uma comunicação familiar deficiente pode ter consequências graves para todos. Descubra quais são as barreiras a superar e como fazer isso.