Como o bebê sente o parto

· 15 de junho de 2017

Normalmente todas as informações que encontramos em revistas, artigos na internet e livros especializados em maternidade costumam falar sobre como a mãe sente o parto. Se vai ou não ser complicado, se vai sentir muita dor ou não, como respirar, quais as posturas escolher para aliviar a dor, etc… Mas, como o bebê sente o parto?

Muitas pessoas pensam que a dor é muito forte, outras acham que “nem tanto”. A dor é muito subjetiva e cada pessoa sente o momento do parto de forma diferente. Lembre-se de que não podemos comparar esse tipo de situação. Seja como for, estamos acostumados a pensar em como a mãe vai viver esse momento, mas repetimos: e o bebê, o que será que ele sente ao nascer?

É muito difícil saber exatamente. Logicamente, os bebês não conseguem contar como foi. Mas há cada vez mais profissionais (médicos, psicólogos perinatais e pré-natais) que estudam esse processo do ponto de vista do bebê.

Vamos tentar explicar o processo do parto a partir da visão do bebê para podermos ter uma ideia de como ele sente esse momento.

Descubra como o bebê sente o parto durante as primeiras contrações

É o próprio bebê, quando está pronto para nascer, quem indica ao organismo da mãe, por meio do fluxo de hormônios, que está preparado. Dessa forma, desencadeiam-se as contrações que vão ajudar o bebê a sair ao mundo exterior.

O bebê se prepara para esse momento desde muito antes do parto. Suas glândulas suprarrenais secretam adrenalina muito mais rápido que em qualquer outro momento da vida. Isso o prepara para viver essa situação estressante que se aproxima.

Alguns especialistas afirmam que o bebê e a mãe estão conectados por meio da placenta. Graças a essa conexão o pequeno é capaz de perceber o estado emocional da sua mãe. Por isso é tão importante se manter tranquila.

bebê sente o parto ao descer pelo canal

Quando o pequeno sente as primeiras contrações sabe que alguma coisa diferente está acontecendo. O útero se contrai e se comprime para empurrar o bebê na direção da saída. O bebê sente uma pressão, parecida com uma massagem que o prepara para esse momento.

Bebê sente o parto ao descer pelo canal?

Pode ser que nesse momento o bebê sinta um rápido mal-estar, parecido com a sensação de ser pressionado. Esse mal-estar vai ser maior nos partos mais complicados.

O bebê produz uma quantidade muito grande de endorfina durante o parto. Esse hormônio vai ajudar a fazer com que ele sinta um bem-estar e sofra menos com a dor.

Nesse momento, acredita-se que o bebê sinta uma sensação parecida com a de uma massagem. Ele pressiona o colo do útero com sua cabecinha e, dessa forma, ajuda a abrir o canal do parto.

Durante os empurrões da mãe, o bebê sente apenas uma pressão intensa que o empurra. Ele não sente a intensa dor que a mãe sente durante as contrações.

Para que servem os movimentos naturais do bebê?

De forma natural, o bebê realiza uma série de movimentos: sobe, desde, mexe a cabeça, fica encaixado, dá um giro completo, estica a cabeça, depois gira para o outro lado e finalmente sai. Apesar de parecer doloroso e pouco agradável, o processo natural deixa esse momento menos traumático para o bebê.

Pode ser mais ou menos dessa forma que o bebê sente o parto. Apesar de parecer muito traumático, talvez seja pior para a mãe que para o bebê. Curioso, não é mesmo?

O que o bebê sente quando finalmente sai para o mundo exterior?

Quando o bebê sai para o mundo exterior o cordão umbilical é cortado e os pulmões do pequeno começam a funcionar. Toda a pressão que ele sofreu durante o processo de descida ajudou a expulsar o líquido que estava nos seus pulmões.

como o bebê sente o parto

Dentro da mãe, o bebê estava acostumado a uma temperatura de 36º. Uma vez fora do corpo dela, provavelmente a temperatura vai ser menor. Por isso, é preciso agir rapidamente. A melhor atitude é envolver o bebê em um pano ou colocá-lo sobre o corpo quente da mãe, pele com pele. Dessa forma, evita-se que o mesmo sinta frio e sofra uma hipotermia.

Sabe-se hoje em dia que esse contato com a mãe é muito importante para estabelecer o vínculo entre mãe e filho. Além disso, facilita a amamentação para aquelas mães que desejam realizar esse processo.

Agora você já pode ter uma ideia do que um bebê sente durante o parto. Sempre encontramos informações sobre o momento do parto a partir do ponto de vista da mãe. No entanto, pouquíssimas vezes encontramos informações sobre como o bebê se sente.