Como enfrentar a quarentena com crianças com deficiência intelectual

20 de maio de 2020
Essa quarentena é complicada para todos, mas para crianças com deficiência intelectual é ainda mais. Por esse motivo, aqui estão algumas dicas que podem ajudar você a enfrentar melhor essa situação.

A crise global por causa do coronavírus nos levou forçosamente a tomar medidas como o confinamento em casa. Isso é difícil, especialmente para as famílias que precisam passar o período da quarentena com crianças com deficiência intelectual em casa.

Todas as medidas adotadas, entre elas a suspensão das aulas, também afetaram creches e centros ocupacionais, que sofreram alterações em seu funcionamento. Por esse motivo, muitas crianças, adultos e idosos com deficiência ficaram sem receber suas terapias, sem relações sociais e sem atividades ocupacionais.

Neste artigo, você vai encontrar algumas ideias para enfrentar a quarentena com crianças com deficiência intelectual.

Consequências para as crianças com deficiência intelectual durante a quarentena

Os pais que convivem durante a quarentena com crianças com deficiência intelectual estão em uma situação difícil por causa das limitações de movimentação impostas pelo confinamento.

Algumas das consequências para as crianças com deficiência intelectual durante a quarentena podem ser:

Quarentena crianças com deficiência intelectual: menina desenhando

  • Irritabilidade.
  • Birras de alta intensidade.
  • Não aceitação de limites.
  • Inquietação motora excessiva.
  • Problemas de agressividade.

Ideias para enfrentar a quarentena com crianças com deficiência intelectual

Boa organização e manutenção das rotinas

É importante manter horários fixos para a alimentação, a higiene pessoal, o sono e outras atividades. Isso funciona bem não somente para crianças, pois também é bom para os adultos.

Não exigir demais nessas circunstâncias

Embora queiramos ter tudo sob controle, vai ser complicado nessa situação. Por esse motivo, é melhor ajustar as expectativas e definir metas diárias. Assim, poderemos apreciar as pequenas conquistas de cada um.

Transmitir segurança e confiança, criando um ambiente agradável

Podemos dar às crianças pequenas responsabilidades para que elas nos ajudem, por exemplo, a arrumar a mesa, colocar as roupas na máquina, etc. Também podemos brincar com jogos que elas já conhecem, pois assim se sentirão valorizadas e reconhecidas.

Praticar exercício físico para enfrentar a quarentena com crianças com deficiência intelectual

É possível fazer isso com as brincadeiras. O importante é que haja movimento e que as crianças possam liberar energia. Pode ser brincando de fazer cócegas, jogando bola, praticando ioga para crianças, percorrendo uma pista de obstáculos usando o que tivermos em casa, etc. A questão é se movimentar e, assim, poderemos evitar situações de birras ou mal-estar que costumam aparecer em períodos de inatividade.

Promover a criatividade

Vamos colocar em prática brincadeiras que possam ser inovadoras e atrativas para as crianças. Por exemplo, podemos fazer trabalhos manuais, pois existem milhares de ideias para escolher que sempre podem ser adaptadas aos gostos de cada um.

Todos devem ter um momento de desconexão

É importante que todos nós, tanto os pais como os filhos, tenhamos alguns momentos para nos desconectar. Seja lendo um livro, assistindo um filme juntos, jogando, conversando com amigos, descansando… Cada um pode escolher o que quiser.

Menino ouvindo música em casa

Devemos reservar um momento do dia para executar tarefas que exijam concentração e esforço

Devemos tentar fazer com as crianças atividades parecidas com as que elas faziam nos momentos de terapia. Assim, elas vão continuar com a rotina de trabalho e vamos poder fazer avanços com os objetivos que queremos alcançar. Isso vai facilitar o retorno à rotina sem que seja muito difícil depois.

Ouvir música traz relaxamento e transmite bons sentimentos para enfrentar a quarentena com crianças com deficiência intelectual

Se a criança estiver nervosa, podemos usar a música para relaxar, fechando os olhos e imaginando coisas bonitas. Outra coisa que podemos fazer é dançar e cantar uma música que os pequenos gostam. O importante é se divertir e fazer com que todos fiquem entretidos!

Cuidar da alimentação e ficar o maior tempo possível perto de uma fonte de luz natural

Agora que não estamos saindo de casa e não pegamos sol para receber a vitamina D necessária, é positivo, na medida do possível, passar o máximo de tempo possível perto de uma janela com luz natural, no quintal ou no jardim, se tivermos essa possibilidade. Também não devemos esquecer de cuidar da alimentação. Isso é fundamental para se manter saudável e hidratado o tempo todo.

Essas são algumas dicas que devemos lembrar para enfrentar a quarentena com crianças com deficiência intelectual. Mas também são ideias aplicáveis para todas as crianças e os adultos. São ideias que podem nos ajudar muito a permanecer física e emocionalmente saudáveis nesses tempos tão difíceis.