Como evitar a rinite alérgica em crianças?

A rinite alérgica é uma das doenças mais comuns em crianças. Felizmente, os elementos que a desencadeiam são evidentes e podem ser evitados. Descubra quais são eles abaixo.
Como evitar a rinite alérgica em crianças?

Última atualização: 12 Agosto, 2021

Atualmente estima-se que 20% da população sofre de rinite alérgica, sendo 10% dos casos em crianças. Trata-se de uma inflamação de todo o tecido que reveste a mucosa nasal e também pode ser acompanhada de asma.

Esse distúrbio afeta a mucosa nasal e ocorre quando a pessoa inala algo a que ela é alérgica. A condição causa vários sintomas, entre eles:

  • Espirros.
  • Coceira.
  • Obstrução de vias aéreas.
  • Secreções nasais.
  • A falta do olfato.

A maioria dos sintomas pode ser tratada, e em casos graves são necessárias injeções para alergia. Os sintomas geralmente duram um período de dois dias, às vezes mais.

Quando uma pessoa com esse distúrbio inala um agente alergênico, o corpo reage quimicamente por meio dos sinais descritos. No entanto, uma substância como o pólen causa alergias na pessoa e continuará a afetá-la por muito tempo.

Tipos de rinite alérgica

 

Dicas para evitar rinite alérgica

Existem dois tipos de rinite alérgica: a sazonal e a perene. Tanto a rinite alérgica sazonal quanto a perene podem ocorrer na mesma pessoa, por isso às vezes é recorrente. Crianças, por exemplo, podem ser frequentemente afetadas por agentes causadores.

Rinite alérgica sazonal

A rinite alérgica sazonal também é chamada de febre do feno e é causada por uma reação ao pólen. Como sabemos, o pólen é produzido por plantas, árvores, gramíneas ou ervas daninhas.

É importante observar que, dependendo do clima ou da quantidade de pólen existente no ar, isso pode afetar o desenvolvimento dos sintomas da febre do feno. Ou seja, ela se manifesta em épocas específicas do ano. Por exemplo, podemos observar seu desenvolvimento de acordo com essas circunstâncias.

  • Em dias quentes, secos e com vento, é provável que haja uma grande quantidade de pólen. Os meses de maio e junho são os que promovem o maior risco.
  • Em dias frios, chuvosos e úmidos, o pólen vai principalmente para o solo.

Rinite perene

É causada por ácaros, mofo, pelos de animais, produtos de limpeza, entre outros. Esses alérgenos estão no meio ambiente o tempo todo, por isso é conhecida como rinite perene.

Portanto, sabendo que os alérgenos podem estar presentes em qualquer época do ano e dentro de casa, as formas de evitá-los são mais difíceis. Não estamos isentos de ser afetados por ácaros, mas podemos tentar mantê-los fora de nossas casas.

Dicas para evitar rinite alérgica

Existem vários tratamentos para esse transtorno, como estilo de vida e prevenção de alérgenos. E podem ser tomadas medidas para evitar o pólen que causa os sintomas da rinite alérgica. Embora pareça impossível, deve-se fazer isso com frequência.

  • A pessoa pode se manter dentro de casa com o ar-condicionado ligado.
  • Ao dirigir, as janelas ficam fechadas.
  • Da mesma forma, quando estiver dormindo, feche as janelas para ter um sono confortável.
  • Manter a casa limpa, livre de mofo e objetos que possam acumular poeira.
  • Evite o uso indiscriminado de produtos de limpeza que podem ser irritantes.
  • No quarto das crianças, é preferível reduzir o número de superfícies que não são laváveis. Como o tapete, as cortinas e as plantas.

Quando se deve ir ao médico?

O tratamento médico é muito importante e essencial para poder combater ou reduzir as alergias. O tipo de medicamento receitado dependerá dos sintomas que você tiver. Geralmente, a idade e algumas outras doenças são levadas em consideração, como a asma.

 

Para tratar a rinite leve, lavagens nasais podem ser viáveis, pois removem todo o muco do nariz. Em farmácias, você encontra o soro fisiológico, ou melhor, pode prepará-lo em casa com um copo de água quente (250 mililitros), meia colher de chá de sal e uma pitada de bicarbonato de sódio.

No entanto, você deve consultar um médico nos seguintes casos:

  • Quando o tratamento utilizado não causa mais nenhum efeito na doença.
  • Na presença de sintomas graves da febre do feno.
  • Quando os sintomas não respondem ao tratamento.
Pode interessar a você...
Dicas para evitar o mau hálito nas crianças
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Dicas para evitar o mau hálito nas crianças

O mau hálito nas crianças é um sinal de que algo está acontecendo em seus corpos. O ponto principal é descobrir sua causa para poder tratar correta...