Como conseguir que os irmãos se deem bem

· 5 de março de 2017

Caso você já tenha mais de um filho ou planeja ter mais de um, mas ainda não tem, chegou o momento de conhecer algumas estratégias para que seus filhos se deem bem desde o primeiro momento. É muito importante para a harmonia familiar e para o futuro de seus filhos que eles aprendam a se entender, a se respeitar e sobretudo, a gostar um do outro acima de qualquer coisa.

Se você não sabe como conseguir isso, à seguir vamos dar algumas ideias e conselhos para que seus filhos se amem acima de tudo, porque sua atuação é importante, porém eles se amarão naturalmente, ainda que nem sempre se deem conta disso.

Criar interações positivas entre seus filhos

Toda relação para que funcione necessita pelo menos seis interações positivas para cada interação negativa. O sorriso e o contato físico estimulam os hormônios da união como a oxitocina e reduzem os hormônios do estresse. Por isso que se seus filhos riam juntos e passem momentos um ao lado do outro, começarão a construir um bom vínculo.

Mesmo que você tenha um bebê e um filho mais velho pode potencializar os bons sentimentos entre os irmãos, colocando o bebê no colo do irmão mais velho e conseguir que ele dê risadas, assim a oxitocina estará ajudando a proteger o vínculo com seu irmão.

hermanitos

Mantenha a calma e redirecione as situações

Se, por exemplo, seu filho mais velho está cantando em voz alta perto do ouvido do bebê ou está tentando dar comida para o bebê… respire fundo e corrija a situação com calma e respeito para seus filhos. Diga a seu filho como deve fazer as coisas, orientando a situação. 

Se seus filhos são mais velhos, você pode brincar com as bonecas para ensinar como devem se comportar em diferentes situações. É uma maneira de ajudá-los a que encontrem uma forma construtiva de se relacionar com seu irmão e também com os demais.

Fale de sentimentos

As pesquisas mostram que quando os pais discutem os sentimentos e as necessidades de seus filhos, eles irão interagir de forma mais positiva com seus irmãos. Por exemplo, dizer frases do tipo: “Olha a cara da Maria, como você acha que ela se sente? O que você acha que podemos fazer para ajudá-la?” É uma forma de humanizar as ações e trabalhar a empatia com as crianças. 

Seus filhos precisam sentir que suas necessidades são tão importantes para você como são para eles, por isso reconhecer os sentimentos criará a oportunidade de potenciar o vínculo não só entre os irmãos, mas também com o resto dos membros da família.

hermanos 2

Criar um ambiente de agradecimento em casa

Cada noite, cada manhã ou em qualquer outro momento que você considere oportuno, será o momento de apreciar as coisas que ocorrem durante o dia e que as outras pessoas nos dão. Por exemplo, você pode agradecer a mamãe por ter feito a comida, o papai por ter arrumado as camas, o irmão por ter ajudado no supermercado, etc… é importante que as crianças se deem conta da importância que tem o poder apreciar cada pequeno detalhe do dia a dia. Ter sentimentos de agradecimento na vida, poderá dissipar qualquer problema. 

Educar as crianças focando na inteligência emocional é imprescindível, não só para que se entendam bem entre irmãos, como também para que aprendam a construir relações saudáveis e não tóxicas com as pessoas de seu ambiente, mas sobretudo, consigo mesmos. A educação emocional aportará felicidade e muitas estratégias e habilidades para poder enfrentar a instabilidade das relações interpessoais.