Cuide da saúde dos ossos do seu bebê

· 7 de março de 2017

Uma alimentação adequada e um estilo de vida saudável desde pequeno são aspectos chave para cuidar da saúde dos ossos do seu bebê. Ao cuidar desse aspecto você está prevenindo possíveis fraturas e doenças relacionadas aos ossos ao longo de sua vida.

Após o parto a criança começa a desenvolver diversas atividades motoras como, por exemplo, levantar a cabeça, mexer os pezinhos ou abrir e fechar os dedinhos. Assim, ela precisa de ossos saudáveis e fortes.

Os processos de ossificação e formação dos ossinhos do seu pequeno começam antes dele sair da sua barriga. Fora dela os ossos também estarão em processo de crescimento. Por isso, você deve consumir cálcio durante a gravidez e enquanto amamenta seu bebê.

No entanto, os ossos não são os únicos que se alimentam de cálcio. Muitos processos metabólicos, como o coração, a musculatura, a corrente sanguínea, entre outros, se utilizam desse sustento nutricional para garantir um desenvolvimento físico adequado ao bebê.

Os ossos do seu bebê vão continuar crescendo durante toda a vida. Assim, é indispensável cuidar da saúde do esqueleto dos bebês. Tudo isso serve para que os pequenos tenham a possibilidade de crescer adequadamente e para evitar possíveis fraturas após as constantes quedas que acontecem quando os bebês aprendem a caminhar ou engatinhar.

Durante a gravidez, aproximadamente entre as semanas 15 e 20, os ossinhos do seu bebê já vão estar se formando e exercendo importantes funções.

Cuide da saúde dos ossos do seu bebê

ossos

Os bebês têm ossos moles, mas isso não significa que eles vão se quebrar. Por esse motivo é essencial que você saiba como cuidar desse aspecto. A saúde dos ossinhos do seu bebê pode causar preocupações, mas o conhecimento sobre esse tema vai minimizar esses medos para que você possa cuidar melhor do seu pequeno.

  • Mude o bebê de posição. Em geral, os médicos e as avós recomendam colocar o bebê deitado de boca para cima ou de lado para reduzir os riscos. Mas, além disso, é preciso recostar a cabecinha do bebê algumas vezes de lados diferentes para evitar qualquer deformação ou nivelamento de um dos lados.
  • Estimule o desenvolvimento. Massagear as costas, os braços e as pernas todos os dias a partir do primeiro mês de vida estimula movimentos motores como levantar a cabeça, engatinhar, mexer o pescoço, etc… Dessa maneira, os ossinhos dessas regiões vão se fortalecendo aos poucos.
  • Carregue o bebê com delicadeza. Os ossinhos dos bebês são muito moles e flexíveis, por isso eles não conseguem sustentar a cabecinha durante muito tempo. Assim, segure suavemente o pescoço todas as vezes em que for pegar o bebê no colo para não machucar.
  • Alimente muito bem o bebê. A alimentação é vital para o crescimento dos ossinhos do seu filho. Assim, proporcione uma alimentação rica em cálcio, que pode ser encontrado no leite, nos cereais preparados e enriquecidos, entre outros alimentos.
  • Saia com o bebê para passear durante o dia. A vitamina D da luz solar ajuda a fixar o cálcio nos ossos. Por isso, você deve sair para passear com o bebê no período da manhã em curtos espaços de tempo e sempre prestando atenção ao horário para que os raios solares não sejam muito fortes e prejudiciais à pele do pequeno.

Não se assuste! Essas coisas são normais durante o desenvolvimento

Devido às características dos ossos de uma criança pequena, talvez você note algumas posições e reações que podem causar alguma preocupação. No entanto, não há o que temer, querida mamãe. Isso faz parte do crescimento dos ossinhos. A seguir vamos explicar melhor:

  • Ao respirar, as costelas se movimentam. É normal que você se impressione com o fato de que as costelas aumentam de tamanho em cada inspiração do bebê. Isso acontece porque os ossinhos ainda estão moles e, como consequência, há resistência aos movimentos respiratórios.
  • O esqueleto é flexível e mole. Quando o bebê está dentro da barriga da mãe, a atividade física é mínima e os ossos não precisam estar fortes. Assim, eles ainda não possuem muitos componentes minerais. Isso faz com que o esqueleto dos pequenos seja flexível e mole.
  • Na cabecinha há uma região que pulsa. Essa pequena região é um espaço que fica entre os ossos do crânio e que ainda não está consolidado. Esse espaço é imprescindível para que o bebê possa atravessar o canal vaginal e nascer sem danos cerebrais. Sendo assim, é completamente normal.

É lindo o fato de cuidar de um bebê, já que você é a sua maior protetora, e a pessoa que mais ama seu filho nesse mundo. Mas não fique obcecada em achar que os ossos podem se quebrar. Eles são delicados, mas não são de cristal.