Posso tomar banhos quentes durante a gravidez?

Os banhos quentes costumam ser relaxantes e reconfortantes durante a gravidez. Mas você sabe o que tem que levar em consideração para que eles também sejam saudáveis?
Posso tomar banhos quentes durante a gravidez?

Última atualização: 04 Julho, 2021

A maioria das mulheres toma banhos quentes durante a gravidez. No entanto, esse hábito pode estar associado a alguns riscos. Variáveis como a frequência e a duração podem fazer bastante diferença.

Banhos quentes na gravidez

Os banhos quentes durante a gravidez não são 100% seguros. Na verdade, a principal preocupação relativa a esse hábito reside no risco de aumento da temperatura corporal. Além disso, o uso de óleos especiais na hora do banho não é recomendado (exceto para banhos de aveia ou sais de Epsom).

Qual é a temperatura ideal para você

A temperatura interna do corpo de uma gestante saudável oscila em torno de 37º C. A água deve ser mantida morna, não quente, sendo a temperatura ideal 36,6 ºC.

Portanto, banhos quentes de banheira não são recomendados durante a gravidez devido ao aumento do risco de infecção associado à água parada. Existem termômetros de banheira para crianças que podem ser usados para medir a temperatura da água.

Mulher grávida tomando banho quente.

Cuidado para não escorregar

É importante ter cuidado e atenção para não escorregar ou cair ao entrar e sair do banho, principalmente com o avanço dos trimestres, quando o equilíbrio da mulher pode ficar mais instável devido ao aumento da barriga.

Os tapetes de silicone antiderrapantes fornecem segurança e estabilidade durante o banho. Na verdade, eles também podem ser usados tanto no interior dos boxes e banheiras como no exterior.

Tempo na água

Não é apenas a temperatura da água do banho que é importante, a duração do banho também conta. A imersão em água quente pode aumentar a temperatura corporal e reduzir o fluxo sanguíneo para o bebê, causando estresse. Portanto, se todos os cuidados forem considerados e respeitados, não é contraproducente tomar banhos quentes durante a gravidez.

Se sua pele ficar muito seca após o banho, use loções ou cremes para reter a umidade. Além disso, é aconselhável não demorar muito tempo: 15 minutos no máximo.

As jacuzzis e as saunas são seguras?

Ficar em jacuzzis ou saunas por mais de 10 minutos pode aumentar significativamente a temperatura corporal. Embora mais evidências sejam necessárias, alguns estudos sugerem que bebês nascidos de mulheres que tiveram febre têm maior probabilidade de apresentar anomalias no cérebro e na medula espinhal.

Os sais de banho tendem a alterar o pH da vagina e gerar um desequilíbrio dos seus níveis, com a consequente redução das bactérias favoráveis na região. E o aumento da temperatura pode aumentar o risco de abortos espontâneos.

As jacuzzis ou banheiras de hidromassagem apresentam um risco maior de germes do que as banheiras padrão por se tratar de água parada que é constantemente reciclada a fim de manter uma temperatura mais alta.

Pode ser do seu interesse: O que é a ginecologia estética?

Benefícios dos banhos quentes na gravidez

Por outro lado, existem vários efeitos benéficos dos banhos quentes durante a gravidez. No entanto, os cuidados acima citados devem ser levados em consideração para evitar complicações ou quadros clínicos posteriores.

Reduzir o estresse

Algumas mulheres podem usar os banhos quentes durante a gravidez para relaxar e aliviar a dor. Nesses momentos, a temperatura da água também deve ser controlada.

Os sinais de superaquecimento incluem sudorese, sensação de calor e vermelhidão da pele. Por sua vez, os sinais mais graves podem ser náuseas, tonturas, desmaios e quedas.

Mulher tomando banho quente durante a gravidez.

Aliviar dores nas costas

O calor pode causar desidratação no corpo. Portanto, certifique-se de beber bastante líquido antes e depois do banho.

O relaxamento e o alívio das dores nas costas são os motivos que as mulheres expressam para aproveitar os banhos quentes durante a gravidez. Tanto a pressão da água quanto a flutuabilidade relaxam as articulações e reduzem a sensação de dor.

Preparar o corpo para o parto

Outra preocupação com os banhos quentes durante a gravidez é o aumento da chance de infecção. Portanto, o uso de sais de banho, produtos perfumados ou bolhas não é recomendado, pois seus ingredientes podem causar irritação ou coceira.

Nenhum desses artefatos são necessários para poder relaxar o corpo e encontrar a tranquilidade. O simples ato de acender uma vela ou colocar uma música pode criar um clima que prepara o corpo para o dia do parto.

Os banhos quentes e a gravidez

Durante a gravidez, tomar um banho quente pode parecer uma boa maneira de aliviar dores e incômodos corporais. No entanto, existem certas precauções que devem ser consideradas.

A duração, a temperatura da água, a sua reposição e o trimestre da gravidez são variáveis que devem ser levadas em consideração para que as mulheres grávidas possam curtir seus banhos quentes de forma saudável.



  • Duong HT, Shahrukh Hashmi S, Ramadhani T, Canfield MA, Scheuerle A, Kim Waller D; National Birth Defects Prevention Study. Maternal use of hot tub and major structural birth defects. Birth Defects Res A Clin Mol Teratol. 2011 Sep;91(9):836-41. doi: 10.1002/bdra.20831. Epub 2011 Jun 6. PMID: 21648056.
  • Waldenström U. Warm tub bath and sauna in early pregnancy: risk of malformation uncertain. Acta Obstet Gynecol Scand. 1994 Jul;73(6):449-51. doi: 10.3109/00016349409013428. PMID: 8042454. https://www.tandfonline.com/doi/pdf/10.3109/00016349409013428
  • Duong HT, Shahrukh Hashmi S, Ramadhani T, Canfield MA, Scheuerle A, Kim Waller D; National Birth Defects Prevention Study. Maternal use of hot tub and major structural birth defects. Birth Defects Res A Clin Mol Teratol. 2011 Sep;91(9):836-41. doi: 10.1002/bdra.20831. Epub 2011 Jun 6. PMID: 21648056. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21648056/
  • Ravanelli, N., Casasola, W., English, T., Edwards, K. M., & Jay, O. (2019). Heat stress and fetal risk. Environmental limits for exercise and passive heat stress during pregnancy: a systematic review with best evidence synthesis. British journal of sports medicine53(13), 799-805. https://bjsm.bmj.com/content/53/13/799