O que fazer se meu filho tiver molusco contagioso?

23 Julho, 2020
O molusco contagioso é uma infecção viral muito comum em crianças. Aqui estão algumas medidas que você pode aplicar se seu filho apresentar esse problema.
 

O molusco contagioso é uma infecção viral bastante comum em crianças. Produz lesões características na pele e, apesar do tempo que pode durar, trata-se de uma infecção benigna. Aqui, vamos apresentar alguns detalhes sobre ela e algumas dicas a serem seguidas se seu filho tiver molusco contagioso.

O que é o molusco contagioso?

Molusco contagioso ou Molluscum é um vírus da família dos poxvírus. Como o sistema imunológico das crianças ainda não está totalmente maduro, elas são a população mais afetada pelo molusco contagioso.

Na Europa, essa patologia afeta até 5% das crianças entre 2 e 12 anos, por isso, podemos afirmar que é bastante frequente. Esse vírus afeta as mucosas e as camadas mais superficiais da pele.

O contágio do molusco contagiosos pode ocorrer por: 

  • Contato direto com pessoas que tenham a doença, no contato pele a pele, por exemplo.
  • Através de objetos que foram utilizados por pessoas com molusco contagioso e que ficaram infectados, tais como brinquedos, toalhas, roupas…
  • Por extensão a outras partes do corpo de uma pessoa que já apresenta lesões com o vírus.
meu filho está com molusco contagioso

Quais são os sintomas causados pelo molusco contagioso?

 

Esse vírus causa lesões na pele que são semelhantes a pequenas espinhas ou verrugas arredondadas e elevadas, as quais contêm o vírus em seu interior. Elas podem ser brilhantes e afundadas no centro e, em geral, aparecem principalmente em áreas como as axilas, cotovelos ou virilhas. No entanto, podem afetar qualquer parte do corpo.

As lesões do molusco contagioso podem aparecer sozinhas ou em grupos. Elas geralmente não causam dor, mas coçam, e é ao coçar a lesão que o vírus se espalha para outras partes do corpo. Às vezes, quando há muita coceira e a pessoa se coça muito, podem ocorrer lesões maiores.

Como o molusco contagioso é tratado?

Como sempre, será necessário procurar um especialista para diagnosticar essa patologia. Geralmente, não é necessário nenhum exame adicional, pois pode ser diagnosticada a olho nu.

Conforme já comentamos, esse vírus costuma causar uma patologia benigna que, embora possa durar meses e até mesmo anos, acaba desaparecendo, mesmo sem qualquer tratamento. Ainda assim, existem alguns tratamentos que podem ser úteis para acabar com a infecção. Alguns deles podem ser:

  • Esvaziar o conteúdo viral das lesões apertando-as com o material necessário.
  • Congelar as lesões (crioterapia).
  • Existem géis e cremes que podem ser aplicados, bem como tratamentos orais na forma de xarope ou comprimidos.

É o médico quem vai avaliar qual tratamento é o mais apropriado para cada caso ou até mesmo se é melhor deixar sem tratamento. Tudo vai depender da criança, do número de lesões, da sua extensão e dos sintomas causados.

 
meu filho está com molusco contagioso

O que fazer se meu filho tiver molusco contagioso?

Se seu filho tiver essa infecção, existem várias medidas preventivas que podem ser tomadas para evitar que ela se espalhe para as outras pessoas ou para impedir que se espalhe para o restante do corpo. Algumas dessas medidas são:

Apesar dessas medidas, uma criança que tiver molusco contagioso pode continuar a levar uma vida totalmente normal, saindo e brincando com outras crianças, etc.

Se a infecção já passou, mesmo após a cura, uma pessoa pode se contagiar e ter a doença novamente. Portanto, essas medidas preventivas também devem ser tomadas pelas pessoas que já a tiveram.

Em resumo

O molusco contagioso, embora frequente, é uma patologia benigna que geralmente não causa complicações e acaba desaparecendo por si só ou com a ajuda de algum tratamento. Em caso de lesões ou sintomas, é importante, como sempre, consultar um médico para receber o diagnóstico final e decidir qual será o tratamento mais adequado.