Como vencer o medo de dar à luz

4 de junho de 2017

À medida que a data de nascimento do bebê se aproxima, a maioria das grávidas começa a sentir uma forte sensação de medo, que mexe com o estado de espírito, a tranquilidade na hora de dormir, etc… Por isso, é importante saber como vencer o medo de dar à luz e enfrentar esse momento maravilhoso com muita coragem.

Apesar de sabermos que esse medo desaparece no mesmo instante em que você ouve seu pequeno pela primeira vez é normal se sentir angustiada com coisas que você não conhece. Sobretudo nos partos normais, existe uma grande expectativa em relação às dores produzidas pelas contrações, até o instante em que aquele pequenino ser sai de dentro da sua barriga.

O medo de sentir dor ao parir é o medo mais comum das grávidas

No entanto, não podemos nos esquecer de que o corpo de uma mulher foi feito para passar por essa experiência. Por isso, a sua própria confiança é o ponto-chave principal para um parto extraordinário.

Muitas vezes nos perguntamos como nossas avós conseguiam ter vários filhos sem se lembrar das dores pelas quais passaram, e a resposta é simples: o poder do próprio corpo.

Dar à luz é uma bênção que coloca à prova a força interna do seu coração. A vontade de ver aquele pequeno nascer vem crescendo há nove meses dentro de você, o desejo de não acontecer nada de ruim e passar pela realização de um sonho ao ouvir pela primeira vez o choro do seu bebê são razões suficientes para proporcionar forças para a mãe passar por esse momento transcendental.

Conselhos para vencer o medo de dar à luz

o medo

Há uma grande lista de medos associados ao ato de parir, sendo o mais comum, o medo de sentir dor. Mas também há outros medos que influenciam o estado de espírito da mamãe como, por exemplo, as possíveis complicações, o desconhecido, não conseguir corresponder às necessidades do momento ou o bebê não nascer saudável.

Por esse motivo, apresentamos uma série de perguntas que costumam surgir quando o dia mais bonito da sua vida se aproxima:

O que acontece se for um alarme falso?

Se você chegar a sentir algum incômodo ou uma sensação diferente, não se sinta envergonhada de ir ao pronto-socorro ou ao hospital. Nas últimas semanas de gravidez, o organismo trabalha a todo vapor para se preparar para esse evento especial. Às vezes você pode achar que está sentindo as primeiras contrações, mas na verdade elas podem fazer parte do processo que o corpo realiza para se preparar para esse momento.

E se eu não chegar a tempo ao hospital?

Geralmente, o momento do parto se anuncia por meio de diferentes sintomas como a secreção de um fluxo gelatinoso, a bolsa estourar, dores frequentes em períodos constantes, etc…  Tenha em mãos o número do seu obstetra e diga o que você está sentindo.

É possível ficar tranquila na sala de parto?

Nesse ambiente você estará rodeada por uma equipe de profissionais que vão guiar você o tempo todo. Além disso, tudo o que você precisar vai estar ao seu alcance.

O que acontece se eu quiser chorar?

Lembre-se de que o seu anjinho está sentindo todas as suas emoções. Tente se manter tranquila e não transmitir sua angústia. Esse é um trabalho em equipe até o último segundo.

A episiotomia dói?

Essa incisão realizada no períneo evita possíveis rasgos na vagina. É realizada com anestesia local ou sob o efeito da epidural.

E se meu bebê não chorar?

Não se preocupe com isso. Cada bebê se adapta de forma diferente às mudanças, enquanto uns choram descontroladamente, outros nascem com tranquilidade.

Recomendações para superar o medo

As futuras mamães precisam receber orientação durante o processo de gestação para que não haja espaço para os medos nem os mitos. Por esse motivo, vale a pena praticar determinadas atividades como yoga ou se juntar a um grupo de grávidas para conversar sobre as experiências de quem está passando ou passou por um parto.

Conecte-se com sua própria energia e curta o momento do seu parto

Do mesmo modo, não perca a oportunidade de descansar sempre que puder, e de fazer coisas que mantenham você emocionada com esse momento que está a ponto de acontecer. Organize um chá de bebê, compre as roupinhas do pequeno, arrume o quarto, faça uma sessão de fotos e o que mais você quiser.

Mamãe e papai vão conhecer o verdadeiro rosto da natureza ao conhecer o novo membro da família. O corpo é sábio e vai saber levar você ao topo com seu pequenino em seus braços. Confie em você, o melhor ainda está por vir…