O verdadeiro significado de uma gravidez consciente

· 27 de agosto de 2017

A gravidez é um milagre de nove meses que se transforma em um bebê. Por isso, você vai precisar estar consciente e emocionalmente preparada para aproveitar esse momento.

Pelo fato de ser um dos melhores momentos da sua vida você precisa aprender a se conectar com sua própria essência para vivê-lo de maneira saudável. A gravidez consciente é um direito de todas as mulheres grávidas, a partir do exato momento em que fica sabendo que o amor mais puro do mundo vai chegar à sua vida.

Trata-se de abrir uma porta que vai levar você diretamente ao seu interior, para estabelecer uma comunhão plena com esse ser que está se formando dentro da sua barriga. Com certeza isso requer um processo de aceitação, que vai permitir enxergar cada mudança com alegria, sentir os sintomas com emoção e descobrir que você é uma força mágica que dá vida.

A gravidez consciente vai permitir que você semeie uma felicidade pura no coração do seu bebê

Hoje em dia, parece ser um desafio bastante difícil de superar, sobretudo com o agitado ritmo do nosso dia-a-dia, as imposições da sociedade e as limitações do tempo que às vezes nos impedem de desfrutar o presente. Por esse motivo, é importante buscar ferramentas básicas para conseguir ter uma gravidez consciente, por você e pelo seu bebê.

Provavelmente, em um curso pré-natal você vai receber recomendações para superar esse desafio. Mas você também pode fazer isso todos os dias quando se olha no espelho e observa essa mulher cheia de alegria e felicidade. Os especialistas em gestação vão orientar você nesse longo caminho, que desaparece quando o sorriso nos seus lábios aparece ao segurar seu pequeno nos braços.

A sorte de ter uma gravidez consciente

gravidez consciente

De acordo com vários estudos científicos, a gravidez é uma fase transcendental na qual se programa a chamada consciência pessoal. Isso quer dizer que as experiências que você vai viver nesse período vão proporcionar uma sensibilidade neurológica especial e uma organização psicológica determinante.

Além disso, os especialistas insistem que as experiências maternas vão ficar registradas como parte do plano neural, que leva esse sistema a se relacionar entre si, respondendo de uma maneira específica a determinados estímulos, e dando origem à uma predisposição genética sobre o ambiente.

Um dos primeiros pontos que se destacam é a relação que existe entre o estresse na segunda metade da gravidez, e as chances da criança desenvolver transtornos emocionais, comportamentais ou hiperatividade. Isso influencia no desenvolvimento do córtex pré-frontal e do sistema límbico.

O estresse da mãe pode influenciar no comportamento da criança no futuro

Em outras palavras, é preciso compreender que carregar um pequeno anjo na barriga é uma responsabilidade enorme que coloca em risco todos os aspectos do seu desenvolvimento, desde o físico até o psicológico e o emocional. Portanto, você vai precisar encontrar um momento para aceitar essa situação e receber com o coração aberto essa linda bênção.

Os psicólogos tentam não provocar alarme com essas descobertas. Pelo contrário, eles convidam as futuras mamães a viver com felicidade e cautela esse momento. Você e seu bebezinho são os principais protagonistas dessa história e precisam estar sempre tranquilos.

O papai e a mamãe em uma gravidez consciente

gravidez consciente

A figura paterna desempenha um papel significativo nesse período, já que vai precisar manter o equilíbrio para dar suporte a esse bebê que está por vir. Ambos, pai e mãe, precisam se conectar com seu eu interior, definir seu papel de pais, e estabelecer prioridades nesses nove meses fantásticos que os esperam.

A ideia é conquistar uma paz inabalável, apesar das mil e uma preocupações que aparecerão no caminho. Assuntos como onde o bebê vai nascer, qual é o orçamento que possuem, organizar o quarto do pequeno, lidar com os desconfortos que aparecerem, etc… são alguns dos desafios que eles vão precisar enfrentar juntos, trabalhando com harmonia.

O bebê também precisa se conectar com o papai

Segundo os estudos realizados em relação à influência do pai sobre o feto, além da conexão emocional com a mãe, chegou-se à conclusão de que a aproximação que o bebê tem com o pai vai se refletir no futuro. Portanto, é importante estar sempre por perto e dizer ao bebê o tanto que você já o ama e como o aguarda ansiosamente.

A gravidez consciente permite que você veja o quão sortuda é por poder conceber esse ser maravilhoso. Sinta-a e abrace-a com o seu coração para que chegue a você como um reflexo da sua felicidade.