5 benefícios maravilhosos de ensinar seus filhos a “respirar profundamente”

· 1 de outubro de 2017

Respirar profundamente para viver melhor. Essa é sem dúvida uma das melhores lições cotidianas que podemos ensinar aos nossos filhos. Seus benefícios incluem objetivos como a gestão das emoções ou, inclusive, simplesmente ajudá-los a dormir melhor. Respirar bem é um princípio de saúde física, psicológica e emocional que, sem dúvidas, refletirá no seu dia-a-dia.

É preciso admitir: vivemos numa sociedade hiperventilada onde a pressa, o estresse e a ansiedade muitas vezes levam a esse mal estar que não sabemos muito bem de onde vem. As pessoas respiram em média 17 ou 18 vezes por minuto. Em situações de ansiedade, podemos chegar até a 30 respirações por minuto. Sem dúvida, é muitíssimo. 

“Viver, sobretudo, é saber respirar” -Mao Zedong-

Com as crianças a coisa não é muito diferente, ao contrário, pode ser ainda mais adversa. Na verdade, segundo dados da AEPNYA (Associação Espanhola de Psiquiatria da Criança e do Adolescente), os casos de ansiedade e estresse na infância e adolescência já são consideradas patologias psiquiátricas comuns. Como pode ser? Que tipo de criação e educação estamos dando para que nossas crianças vivam com a mesma ansiedade que um adulto?

Sem dúvida esse tema daria um outro artigo. Poderíamos nos referir á exigência na educação, no pouco tempo que as crianças atualmente têm “para serem crianças”, para brincar, aproveitar o tempo e o ar livre… A infância deveria ser uma época dourada, no entanto existem crianças que se sentem sobrecarregadas pelas suas emoções e  pressões externas.

Um modo de abordar esse problema é realizando trocas e ensinando aos nossos filhos estratégias adequadas para enfrentar essa situação. A inteligência emocional e as práticas da respiração profunda desde cedo são duas chaves importantes. Hoje em “Sou Mamãe” explicaremos os seus benefícios.

1. Respire profundamente para relaxar quando se sentir irritado

menino respirando profundamente

Quando nossos filhos estão aprendendo a aceitar a frustração é comum que sintam essa emoções que doem na mente e no estômago, e que no momento menos oportuno explodem.

Ainda mais, algumas vezes nós mesmos como mães e pais nos sentimos superados, cansados, e notamos como perdemos a paciência aos poucos. São nesses momentos que as crianças parecem mais inquietas, mais rebeldes, desafiadoras e provocadoras.

Nesse instante não há nada melhor do que dizer o seguinte:

  • Agora vamos nos sentar um pouco e jogar um jogo.
  • Vamos respirar profundamente deixando que nossa barriguinha inche como se fosse um globo.
  • Agora prendemos a respiração por 4 segundos como se estivéssemos debaixo d’água numa piscina.
  • Agora deixamos o ar sair pela boca aberta e fazemos barulho, como se estivéssemos lançando um foguete. Vamos liberar todo o mau humor e ver o que acontece…

2. Respiração profunda a partir dos 4 anos para aprender a relaxar

Quatro anos é uma idade perfeita para as crianças começarem a fazer esse exercício. Também é um momento muito adequado para ensinar as crianças algumas técnicas de relaxamento. É preciso que as crianças não se acostumem a associar o relaxamento a jogar videogame ou navegar na Internet, e para isso, nada melhor do que servir de exemplo.

Para conseguir isso todos os dias, podemos dedicar 5 minutos para praticar o relaxamento profundo em forma de brincadeira, com instruções elaboradas antecipadamente.

3. As crianças dormirão muito melhor

menina praticando ioga

À medida que nossos filhos se acostumam a respirar de maneira profunda ou lenta perceberão muitos benefícios. Um deles é que o seu metabolismo se regulará melhor, as batidas do coração se equilibrarão e os músculos ficarão mais relaxados. Ao se acostumarem a praticar a respiração profunda antes de dormir (um ou dois minutos já são o suficiente) conciliarão o sono mais cedo.

Vale a pena tentar!

“Sempre tenho que lembrar a mim mesma que tenho que seguir respirando, que o coração deve seguir batendo…”-Emily Brontë-

4. Pulmões mais saudáveis e fortes

As crianças estão em constante mudança, estão crescendo e também precisam aprender hábitos saudáveis que potencializem o seu correto desenvolvimento. Apesar de certos centros escolares já ofereçam ioga no seu dia-a-dia como uma técnica de relaxamento, nada pode ser mais positivo do que nós mesmos começarmos uma respiração correta que irá fazer muito bem aos nossos pulmões.

  • Respirar profundamente favorece a elasticidade dos pulmões e do tórax. Além disso, reduz a carga de trabalho do coração e o deixa mais eficiente e forte.
  • Mesmo assim, não podemos esquecer que respirar de forma lenta e profunda regula a pressão sanguínea, e que com a prática deixa os pulmões mais eficientes.

5. Respirar profundamente para melhorar sua concentração

menina de olhos fechados respirando profundamente

Quando respiramos pausada e profundamente, a mente se conecta melhor com o presente, as pressões diminuem e passamos a ter mais contato com nosso corpo e nossa realidade.

Se nossos filhos se acostumam desde os 4 anos a praticar a respiração profunda, cada vez que estiverem agitados, nervosos, ou irritados descobrirão que as coisas podem mudar em questão de segundos. A mente se torna mais clara e nos sentimos melhor, mais leves, descansados, vazios…

Temos certeza de que você também vai começar essa prática tão saudável ao lado dos seus filhos. Comece hoje mesmo a respirar melhor para viver de forma mais saudável e leve.