O dia em que nosso filho nasceu

· 25 de janeiro de 2017

Você o planejou dia e noite ainda sem conhecê-lo, desde que era criança, até que enfim um teste anunciou que você havia dado o primeiro passo para cumprir seu desejo: conseguiu engravidar. Você superou essa grande e interminável espera marcada pela ansiedade e, depois de nove meses, chegou o dia mais desejado da sua existência. 

Talvez a realidade tenha se afastado daquilo que você viu nos filmes e novelas românticas desde sua infância; com certeza as circunstâncias se distanciaram muito do que você esperava. Inclusive, as coisas podem não ter saído igual ao que você e seu companheiro esperavam. Mas, no fim das contas, o importante é que chegou: o dia em que nasceu seu filho!

Amor à primeira vista

Provavelmente, não foi um parto simples e perfeito como na ficção, você não parecia estar tão preparada. Na verdade, fica claro para toda mãe que dar a luz é uma das grandes batalhas e que a mulher deve lutar contra o tempo e contra as dores que seu corpo gera, com as quais você deve trabalhar em sintonia. 

E toda dificuldade presente no parto é somente um lembrete capaz de valer cada segundo de dor quando você vê pela primeira vez materializado o fruto do amor mútuo na carinha de seu filho. Nesse precioso instante compreende que o amor à primeira vista existe e está à sua frente. 

Nosso filho está aqui! E você ainda nem acredita. Ainda não o limparam e você fica boba observando cada fragmento de seu rosto, apaixonada por toda a sua ternura e paz. Você inspira vida e expira amor, do mais puro e sincero. Você se preenche dos melhores sentimentos, porque agora tem certeza que tem a melhor companhia para toda a sua vida.

E aí estão suas pequenas, fracas e indefesas mãozinhas. Você aproxima um dedo de sua mão para que ele o pegue e o faz de uma maneira que pode sentir seus dedos compridos e finos abraçando com força o seu indicador, com se não quisesse lhe deixar jamais, como se pedisse, a seu jeito: “não solte minha mão”.

bebe-recem-nascido-500x331

Ele tem um poder hipnotizador com o simples vai e vem de seus braços e pernas. Seus movimentos soam como música, inclusive no mais profundo silêncio. São também o despertar e explorar de quem descobre pela primeira vez o ar, o espaço, o tempo e a vida.

Nosso filho nasceu depois de um caminho complexo

Sem dúvidas, a chegada do nosso filho não foi fácil, pois envolveu um caminho complicado. Precisou do amor e da paciência de sua mãe por vários meses, além de informações para qualquer ajuda capaz de se converter em conhecimento.

Foi necessária uma nova disposição e organização do lar, desfazer-se de coisas pouco adequadas para essa etapa e comprar muitas outras mais oportunas. Foi fundamental aprender e amadurecer para nos encaminhar na aventura de ser pais, submetendo-nos a seu ensino como filho, que nos configura como pais.

E chega o momento de assinar o primeiro grande contrato com seu pequeno tesouro que a vida lhe deu: você troca a fralda dele, ele muda a sua vida. Promessa cumprida rigorosamente, mesmo nas letras miúdas do contrato: pois com cada sorriso, cada lágrima, cada abraço e cada brincadeira você compreende que já está respirando e sonhando por dois.

bebe-muda-vida-500x334

Lembrar o dia em que seu filho nasceu

Como não lembrar o dia em que seu filho nasceu? Nesse dia, nasceu com ele a esperança em nosso coração. Nosso filho, desde então, significa reflexão, futuro, aprendizagem e vida. O mais maravilhoso do mundo havia acontecido, o milagre da vida se fez presente frente a nossos olhos. 

E aquelas lágrimas que se deslizavam por nossos rostos não eram fruto do medo ou da dúvida típicos de qualquer pai ou mãe de primeira viagem, mas a mais absoluta felicidade e plenitude, do nascimento do amor mais puro e verdadeiro. E você, o que se lembra do dia em que seu filho nasceu?