9 remédios caseiros para combater a frieira

Embora as frieiras geralmente desapareçam espontaneamente, existem alguns remédios caseiros para atenuar seus sintomas. Conheça quais são!
9 remédios caseiros para combater a frieira
Maria del Carmen Hernandez

Escrito e verificado por o dermatologista Maria del Carmen Hernandez.

Última atualização: 22 Dezembro, 2021

A frieira é uma das manifestações dermatológicas mais incômodas e irritantes que aparecem durante as estações frias. Você já teve? A seguir, vamos apresentar alguns remédios caseiros que você pode experimentar hoje mesmo a fim de acelerar sua resolução.

O que é a frieira?

De acordo com o artigoChilblains: a mysterious disease” (“Frieira: uma doença misteriosa”), a frieira é uma doença inflamatória da pele muito rara. Embora a maioria dos casos sejam agudos e de causa incerta, algumas formas crônicas da doença também podem ser observadas.

Os locais mais comuns são as extremidades, por serem as áreas mais expostas ao frio e à umidade.

Por fim, foi observado que a frieira tende a afetar mais as mulheres do que os homens. Portanto, presume-se que haveria algum fator de predisposição do tipo hormonal.

Dentre as manifestações mais frequentes de frieiras, destacam-se:

  • Lesões eritrocianóticas nas mãos ou nos pés.
  • Sensibilidade.
  • Queimação nos dedos.
  • Prurido.
  • Inchaço dos dedos.

Remédios caseiros para combater a frieira

O objetivo do manejo terapêutico da frieira se concentra na prevenção, embora existam medicamentos orais que servem para aliviar os sintomas durante os episódios agudos.

Embora seja melhor deixá-los evoluir sozinhos, existem alguns remédios caseiros muito úteis para acelerar esse processo natural.

1. Aqueça a área afetada

Pés com meia de lã perto da lareira acesa.

Embora o calor ofereça alívio, é aconselhável não aplicar calor diretamente na lesão, pois isso pode piorar os sintomas. Por exemplo, um saco com água quente ou o ar do secador de cabelo.

O uso de roupas é suficiente para proteger as extremidades da agressão do frio. Assim, é aconselhável usar calçados quentes (meias e sapatos), luvas, lenço e chapéu.

2. Cremes de venda livre

A frieira pode ser tratada com cremes corticosteroides para melhorar os sintomas de coceira e inflamação.

Esses produtos podem ser adquiridos sem receita médica e, como acontece com qualquer esteroide, é importante evitar o uso excessivo e prolongado.

Em caso de pele rachada ou fissurada, é melhor não aplicar esses cremes e consultar um profissional médico.

3. Evite massagear ou esfregar

Em geral, as massagens podem aumentar a inflamação e irritação da pele, por isso é aconselhável evitá-las.

4. Hidrate a pele

À medida que a frieira desaparece, é conveniente aplicar uma emulsão sem fragrâncias ou produtos químicos, para manter a pele hidratada e funcional.

Além disso, uma pele limpa e hidratada reduz as chances de desenvolver uma infecção secundária.

A emulsão hidratante deve conter vitamina A, vitamina E, alantoína, ureia ou ácido hialurônico.

5. Use antissépticos para a higiene

A limpeza da pele com antissépticos é útil para reduzir a superinfecção dessas lesões. Esses produtos ainda ajudam a manter a superfície da pele limpa e nutrida.

Após a aplicação do antisséptico, é aconselhável fazer um curativo macio na lesão para protegê-la do atrito.

6. Não coce a frieira

As manifestações dermatológicas, mesmo que sejam apenas eritema ou edema, sensibilizam a superfície da pele e a deixam vulnerável a qualquer agressão externa.

Por sua vez, coçar a pele libera produtos químicos que estimulam ainda mais a coceira. Portanto, inicia-se um ciclo vicioso que pode levar ao desenvolvimento de escoriações ou lesões mais importantes na pele.

7. Praticar exercício

Evitar o cigarro e manter o nível de atividade pode ajudar a melhorar a circulação e aumentar o fluxo sanguíneo da pele. Portanto, praticar atividade física pelo menos quatro vezes por semana é o ideal.

Além disso, para manter a pele saudável e evitar frieiras, você deve controlar sua dieta e aumentar a ingestão de alimentos ricos em vitamina C e A.

8. Óleo de calêndula

O óleo de calêndula tem importantes propriedades anti-inflamatórias, antifúngicas e antibacterianas que podem ser úteis na cicatrização de feridas e no alívio de eczema ou dermatite.

Além disso, é um remédio alternativo para melhorar a aparência e a qualidade da pele.

9. Produtos com camomila

A camomila é uma das ervas com mais utilizações e funções que existe na medicina alternativa e cosmética. Na verdade, pode ser útil no tratamento de várias doenças de pele, como a dermatite ou a rosácea.

A planta pode ser usada em cremes que a contenham, uma infusão ou alguns óleos essenciais. Estes últimos estimulam a hidratação e a nutrição profunda da pele.

Infusão de camomila.

A frieira e sua resolução

A frieiras pode ser desconfortável e dolorosa, mas na maioria das vezes não causa problemas de saúde a longo prazo. Na verdade, e um problema que tende a se resolver por conta própria com o tempo.

No entanto, se não for tratado corretamente, pode afetar consideravelmente a qualidade de vida da pessoa afetada.

Pode interessar a você...
Por que as crianças amam ficar descalças?
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Por que as crianças amam ficar descalças?

As crianças adoram ficar descalças, gostam de tirar os sapatos assim como tirar a roupa. Mas, qual é o motivo dessa tendência? Descubra seus benefí...



  • Tobón MX, Rodríguez G. Eritema pernio: una enfermedad misteriosa. CES Med.  [Internet]. 2013  Jan [cited  2021  Nov  03] ;  27( 1 ): 113-126. Disponible en: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-87052013000100013&lng=en.
  • Cappel JA, Wetter DA. Clinical characteristics, etiologic associations, laboratory findings, treatment, and proposal of diagnostic criteria of pernio (chilblains) in a series of 104 patients at Mayo Clinic, 2000 to 2011. Mayo Clin Proc. 2014 Feb;89(2):207-15. doi: 10.1016/j.mayocp.2013.09.020. PMID: 24485134.
  • Nyssen A, Benhadou F, Magnée M, André J, Koopmansch C, Wautrecht JC. Chilblains. Vasa. 2020 Mar;49(2):133-140. doi: 10.1024/0301-1526/a000838. Epub 2019 Dec 6. PMID: 31808732.