Você sente que é outra pessoa desde que se tornou mãe? Não tenha medo, o melhor ainda está por vir

É comum que algumas mulheres sintam que se tornaram outra pessoa durante os meses seguintes ao nascimento do primeiro filho. Aprender a se encontrar em seu novo papel de mãe é algo indispensável.
Você sente que é outra pessoa desde que se tornou mãe? Não tenha medo, o melhor ainda está por vir

Última atualização: 25 julho, 2022

Muitas mulheres sentem que deixaram de ser elas mesmas quando se tornaram mães. E, embora isso não seja algo necessariamente negativo, é perceptível uma grande diferença em relação à vida que tinham antes. Assim, se você sente que é outra pessoa desde que se tornou mãe, não tenha medo, pois o melhor ainda está por vir.

O nascimento dos filhos não apenas traz mudanças físicas no corpo da mulher, como também em seu comportamento e suas emoções. Afinal, não é para menos, uma vez que quando as futuras mães decidem ter um bebê, elas não devem mais pensar apenas no seu próprio bem-estar, mas também no do pequeno.

Desde que você se tornou mãe, a vida ganhou um novo significado

Conforme vão passando os dias e os meses, toda mãe inevitavelmente começa a pensar no futuro. Ficam para trás as noites bebendo com amigos e as comemorações com o parceiro (ou pelo menos durante um bom tempo). E começam a ocorrer noites com maratonas de vídeos educativos sobre a maternidade e a criação positiva.

Amigas e parentes podem ser uma ótima rede de apoio para que você não perca a sua essência em meio à maternidade. Portanto, procure cuidar das suas amizades em vez de abandoná-las depois de ser mãe.

Não é apenas o corpo que sofre uma transformação incrível para abrigar a vida no seu interior durante a gestação. A mente também adquire um olhar mais maduro diante da realidade. Por outro lado, o círculo social muda e surgem novos desafios de criação que talvez você não achasse que teria que ensinar com paciência e amor.

A vida é muito diferente para todos antes e depois de se tornarem pais, mas especialmente para as mães. Afinal, na grande maioria dos casos, são elas que passam mais tempo com os filhos e precisam se privar de muitas das coisas que gostam para garantir o seu bem-estar. A vida ganha um novo sentido com a chegada de um bebê.

Não se preocupe, tudo está prestes a melhorar

Com todas as mudanças mencionadas acima, tanto físicas quanto emocionais, é normal sentir que você perdeu a sua identidade depois de ter um bebê. Ou, pelo menos, aquela que você tinha alguns anos atrás. Afinal, ser mãe já faz parte do seu DNA e, por mais que às vezes você sinta saudades daqueles tempos de liberdade, você também aprecia toda a alegria que a maternidade trouxe à sua vida.

Esses sentimentos de desconexão são muito comuns entre as mães de primeira viagem, pois há muitas mudanças difíceis de assimilar em um curto espaço de tempo. No entanto, apesar da transformação do corpo, da rotina e da realidade, a maternidade traz lembranças inestimáveis ​​que somente uma mãe pode vivenciar.

Você deve se lembrar de que as mudanças são uma parte fundamental da vida e que elas nos ajudam a crescer como pessoa. Portanto, se você atualmente não se identifica com a mulher que vê no espelho, é hora de mudar o foco da sua mente em prol de alcançar os seus próprios objetivos. Ser mãe não significa desistir dos seus sonhos e esta é uma realidade que você deve aprender a aceitar.


Pode ser do seu interesse: Ser mãe e estudar ao mesmo tempo


Se você se sente outra mulher desde que se tornou mãe, reencontre a sua essência

Embora seja comum que as mães de primeira viagem e até mesmo mães que já têm outros filhos se sintam desconectadas com a sua realidade atual, é preciso evitar que surjam sentimentos de culpa e, em vez disso, trabalhar para redescobrir a essência que as caracterizava.

Não permita que as opiniões de outras pessoas influenciem a sua felicidade ou a sua forma de agir. Como mãe, só você sabe o que é melhor para o bem-estar da sua família.

Ter um filho não significa que você tenha que abrir mão de suas amizades, seus hobbies ou até mesmo de sua profissão. E, embora a princípio todas as obrigações de cuidar do seu bebê possam parecer muito difíceis, com o tempo você saberá como encontrar o equilíbrio para cumprir com o seu papel de mãe, mas sem deixar de ser fiel aos desejos do seu coração.

Com ou sem filhos, as mudanças são inevitáveis. Por isso, saia com amigas e parentes, programe visitas e passeios com seu parceiro. Não deixe que a nostalgia te impeça de ver todas as experiências maravilhosas que a maternidade traz. Lembre-se de que cada etapa da vida está repleta de novas lições que constroem quem somos como pessoa e que cabe a cada um tirar proveito delas.

Pode interessar a você...
Eu quero ser mãe, mas será que estou pronta?
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Eu quero ser mãe, mas será que estou pronta?

Hoje, felizmente, podemos escolher o que realmente queremos ser na vida. Eu, com todos os prós e contras, quero ser mãe, mas me pergunto se estou p...